Dentistas 24 horas

dor de dente


 
Se uma dor de dente inesperada aparecer o que devo fazer?


Dor de dente? E agora? A noite, em meio a uma viagem ou em qualquer outro momento inoportuno os imprevistos acontecem e são mesmo inconvenientes, para isso você precisa estar informado, preparado e seguro.
 
Se você também é uma daquelas pessoas que somente procura o dentista quando está com dor de dente, não se preocupe, você não é único. Mas tenha consciência de sua sentença, pois visitar o dentista periodicamente é muito importante para evitar doenças dentárias mais graves, ou até mesmo a perda de algum dente. A dor de dente pode variar de intensidade dependendo da causa e do tempo sem receber tratamento.
 
Como aliviar a dor de dente até chegar à consulta?
Se no momento que começar a doer você não possa ir imediatamente ao dentista, temos algumas dicas para você aliviar os sintomas.
 
Compressas e bochechos irão ajudar e um tomar um analgésico também. Passe o fio dental, com cautela, entre os dentes do local da dor e use antissépticos.
 
Existem alguns tratamentos fitoterápicos que podem ajudar, eles incluem plantas medicinais como o cravo da índia, alho amassado sobre o dente, chá de pitanga, malva, hortelã e arruda sobre o dente que dói, todos podem ser usados sem prescrição desde que com prudência, sem exageros.
 
As compressas de gelo também ajudam a diminuir o inchaço.
 
O que causa dor de dente?
Em um primeiro momento você pode imaginar que seja uma cárie, sim quando as cáries estão bem avançadas elas podem causar muita dor, mas os motivos são inúmeros, até mesmo a sensibilidade dos dentes com alguns alimentos quentes ou frios.
 
Dores de dente podem ser causadas por hábitos de higiene inadequados, restos de comida podem ser causadores de inflamações e infecções, além da escovação é preciso usar o fio dental para impetrar aqueles lugares que a escova não alcança.
 
São inúmeras as causas que podem ser até em decorrência de uma forte dor de cabeça ou dor de ouvido. Mas se as dores forem em um local em que o dentista já vem tratando, ligue para ele imediatamente.
 
Muitas pessoas sentem dor de dente e não pela falta de higiene ou de visitas ao Dentista. É comum os consecutivos casos em que a dor está associada a gostos e temperaturas e movimentos repetitivos e involuntários, como o bruxismo
 
A raiz do dente é constituída de dois terços inferiores do dente. Em geral, a raiz está inserida no osso maxilar. Porém, quando se desenvolve enfermidade das gengivas, as bactérias que causadoras da doença também podem reabsorver o osso ao redor da raiz.
 
Com o osso reabsorvido e gengiva em recessão implica, uma área maior da raiz do dente fica exposta. Há casos em que a sensibilidade é tão intensa que os pacientes devem evitar alimentos muito quentes, frios ou ácidos.
 
O que podemos fazer para prevenir ou amenizar?
Para os casos acima, a melhor maneira de prevenir ou administrar a sensibilidade da raiz é o constante de cuidado da saúde bucal, com a escovação dos dentes duas vezes por dia e o uso diário de fio dental.
 
Usar uma escova de cerdas macias para evitar a irritação das gengivas, também é indicado para pessoas com “dentes sensíveis”.
 
É importante destacar que qualquer pessoa está propensa a sentir dor de dente. Por isso aquelas indicações de higiene bucal devem ser praticadas diariamente.
 
Independente do motivo pelo qual se desenvolveu, a dor de dente pode surgir de forma repentina e durar horas ou dias, afetando o dente, o maxilar e até causando dor de cabeça e de ouvido, nos casos de dor muito forte.
 
Geralmente, a dor de dente é causada por dente quebrado, abscesso ou dente do siso crescendo. Para aliviar a dor de dente pode-se tomar analgésicos, aplicar gelo ou fazer bochechos com água morna e sal, contudo, é muito importante procurar o Dentista. Todas ações realizadas em casa são, na verdade, paliativos para suportar a dor. Somente o Dentista poderá indicar o melhor tratamento que vai solucionar e eliminar de vez as dores de dente.
Compartilhar

(31) 3657-0600  /  3586-0900