Dentistas 24 horas

quando consumido de forma moderada, o chocolate, ajuda a proteger o esmalte dentário


Quem não gosta de um chocolate seja ele branco, amargo, etc.?

Segundo a ABICAP (Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, Amendoim, Balas e Derivados), 75% dos brasileiros consomem chocolate, sendo que a maior parte 56% é composta pelas mulheres. Estamos nos apróximando de um época onde o consumo torna-se ainda maior no Brasil. Vivemos em um país que é o terceiro maior produtor no mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos e da Alemanha.
 
É fato que o chocolate consegue deixar as receitas ainda mais deliciosas e irresistível. Uma das grandes preocupações para os amantes desta deliciosa iguaria é o risco que pode trazer aos dentes. A questão é que todo alimento que possua carboidratos fermentais podem contribuir para a formação de cáries; não é uma característica única do chocolate.
 
O risco estar no consumo frequente associado a falta de cuidados com a higiene bucal, o que favorece a desmineralização dos dentes; porém, quando consumido de forma moderada e levando em considerações os cuidados necessários com a saúde bucal ele pode ser um grande aliado, pois por ser rico em proteína, cálcio, fosfatos e outros minerais, ele ajuda a proteger o esmalte dentário.

A melhor opção é o chocolate meio amargo e ao leite. Eles contêm menos açúcar, diminuindo a produção do ácido prejudicial à saúde bucal. Quado possível opte por consumir logo após o almoço evitando assim seu consumo em outros horários que impossibilitam a higienização bucal, como o horário de trabalho, por exemplo.

Ao consumir o chocolate não é necessário ir diretamente escovar os dentes, espere em média 15 minutos. Essa dica vale principalmente para quem usa aparelho ortodôntico. Lembre-se que é fundamental manter uma boa higienização bucal por meio da escovação, o uso frequente do fio ou fita dental e quando indicado pelo dentista, o uso de enxaguante bucal. Dessa forma você estará ajudanndo a prevenir possíveis problemas como a cárie e doenças gengivais.

E não é só aos dentes que o chocolate, quando consumido de forma moderada, faz bem. Segundo o estudo realizado na Universidade de Cambridge o consumo sem excesso diminui em 37% o risco de doenças cardíacas e em 29% as chances de acidente vascular cerebral.

Agora que você já sabe pode aproveitar a Páscoa sem medo ou dor na consciência, mas claro desde que seja moderado e não descuido da higiene bucal.
Compartilhar

(31) 3657-0600  /  3586-0900