Dentistas 24 horas

qual é o melhor momento para a criança colocar aparelho?


QUANTO MAIS CEDO, MELHOR

Quando os primeiros dentinhos surgirem, a ida ao dentista já é permitida - e recomendada. Por incrível que pareça, poupar os mais novos das consultas pode ser bastante prejudicial a longo prazo. Alguns tratamentos quando feitos durante a fase de crescimento são muito mais eficientes. Existem excessões, mas quando tratamos certas anomalias na infância o tempo de tratamento diminui ou não se torna mais necessário na fase adulta.

PENSANDO NO FUTURO

Em alguns casos, até mesmo os dentes de leite podem apresentar irregularidades. A dentista conta que esse, por sinal, pode ser o indício de imperfeições na dentição permanente que ainda irá se desenvolver. Nessas situações, o profissional já pode interceptar o problema usando algum aparelhinho, ou até removendo hábitos como a chupeta, por exemplo, para prevenir ou eliminar problemas futuros.

O APARELHO ORTODÔNTICO É A ÚNICA OPÇÃO?

Apesar de ser o tratamento ortodôntico mais conhecido, o aparelho fixo não é necessariamente a única forma de corrigir imperfeições na infância. Na maioria dos adultos utilizamos o aparelho fixo, mas em crianças é possível usar outros tipos como os ortopédicos, que são eficientes apenas nessa fase. Isso acontece porque a formação óssea e dentária ainda está em andamento e, por consequência, pode ser mais facilmente alterada.

O QUE MUDA NO TRATAMENTO INFANTIL

Existem infinitos tipos de aparelhos que, segundo a especialista, podem ser usados tanto na fase adulta quanto na infantil. “O principal fator para decidir o tratamento na infância é saber se a criança está no estágio de dentição decídua (de leite) ou mista. Em crianças, também é importante considerar um tratamento que não machuque muito ou cause algum trauma. Tudo sempre pensando no bem-estar e saúde dos pequenos.

Compartilhar

(31) 3657-0600  /  3586-0900