Dentistas 24 horas

dente amarelado pode ter causa genÉtica?

 

A cor dos dentes depende muito dos costumes de cada pessoa. Mas, em alguns casos, a genética pode abrir uma exceção para tal regra. Este é o primeiro motivo para que o paciente tenha um sorriso amarelado e, infelizmente, não tem como prevenir. Causas genéticas são difíceis de controlar. Doenças congênitas como a dentinogênese ou amelogênese imperfeita, provocam problemas no esmalte ou na dentina, fazendo que estes adquiram uma cor amarelada ou até marrom.

OS DENTES DE LEITE JÁ NASCEM AMARELOS

Neste caso, ter sorriso amarelo é uma característica herdada de pais para filhos. Os dentes de leite já podem n/ascer com uma certa fragilidade, apresentando o esmalte e/ou a dentina mal formados. Isso pode causar uma degeneração mais veloz e muitos fatores externos também acabam ajudando no escurecimento, como a alimentação e má higiene bucal. Pessoas caucasianas são as mais atingidas por este problema. Mas além das questões genéticas apresentadas, alterações de hormônios da tireoide também influenciam na coloração do dente.

SEM DESCULPAS PARA EVITAR A HIGIENE BUCAL

Mesmo sendo uma cor que não vai sair com a escova de dente, você precisa manter a higiene bucal todos os dias. Abandonar este hábito só vai deixar seus dentes mais amarelados e causar doenças bacterianas e inflamatórias, como a cárie e gengivite. Lembre-se que nem sempre um sorriso amarelado significa falta de saúde.

O TRATAMENTO FICA POR CONTA DO DENTISTA

A boa notícia é que nestes casos a solução está nos tratamentos odontológicos e estéticos. Essas manchas podem ser cuidadas assim que o dente nasce, tanto com tratamentos preventivos como com restaurações mais conservadoras. Outra opção seria o procedimento de clareamento dental que, tem o costume de funcionar muito bem. Converse com o dentista e decida a melhor terapia para o seu sorriso.

Compartilhar

(31) 3657-0600  /  3586-0900