Dentistas 24 horas

crianÇas podem ter dentes amarelados na primeira dentiÇÃo?


A fase dos primeiros dentinhos do seu filho nascendo é recheada de descobertas. Geralmente, é nesse momento que a criança quer sentir tudo na boca e também a causa de muitos desconfortos, tanto para os responsáveis como para o próprio bebê. Se não bastasse tudo isso, ainda surge a dúvida se os dentes conhecidos como "de leite" podem amarelar. Quem explica esse problema é a odontopediatra Patrícia Pereira. 

MEU FILHO PODE TER DENTES AMARELADOS?

As crianças podem ter dentes amarelados na primeira infância sim. Segundo a odontopediatra, quando os dentes de leite são amarelados, associa-se logo a uma dieta infantil rica em carboidratos e em alimentos com corantes.  Além da causa estar ligada também a uma higiene oral deficiente. "Apesar de não ser tão frequente, pode ser vista alteração de cor marrom amarelado na dentinogênese imperfeita também", alerta a profissional para a doença genética que afeta o desenvolvimento dentário, provocando descoloração nos dentes. 

OS DENTES PERMANENTES PODEM SER AFETADOS

A grande questão que fica é se então os dentes permanentes podem nascer da mesma cor, caso os decíduos estejam amarelados. De modo geral, os novos dentes já apresentam uma cor mais amarelada, mas a profissional ressalva. "Se a cor amarelada dos decíduos estiver relacionada com as variáveis da dieta e deficiência na higienização oral, os permanentes serão afetados em casos ligados ao estabelecimento de cárie". Patrícia afirma que regularizando a dieta e a limpeza bucal, os dentes permanentes não serão comprometidos. Já se a causa for genética, o problema pode perpetuar nos permanentes. 

O QUE FAZER?

A reeducação alimentar e orientações de higiene oral correta, tanto para os responsáveis como para as crianças, aliada à disciplina no cumprimento dessas tarefas já melhora o problema, segundo a odontopediatra. "Contudo, para os casos ligados à dentinogênese imperfeita indica-se o acompanhamento regular em virtude das alterações morfológicas serem hereditárias e os cuidados contínuos".

PROCURE UM ODONTOPEDIATRA

O acompanhamento profissional especializado possui maior domínio de técnicas voltadas para a odontopediatria, sendo fundamental para orientar os familiares e as crianças no tratamento de decíduos amarelados. "De forma que acompanhe a evolução no processo de higienização e alteração de hábitos ligados à dieta da criança, cuidando da manutenção do estado de equilíbrio da cavidade oral, evitando o estabelecimento de cárie", exemplifica.

Já se o problema estiver relacionado à dentinogênese imperfeita, Patrícia afirma que o odontopediatra deverá seguir com consultas regulares e buscar um tratamento conservador para preservar ao máximo as estruturas dentárias remanescentes e restabelecer a estética.

Compartilhar

(31) 3657-0600  /  3586-0900